Fonte: http://www.odontomagazine.com.br

O clareamento sem orientação de um cirurgião-dentista pode gerar danos.



 A busca por clareamento aumenta na ordem de 30% ao ano no país. Apesar da crescente procura nos consultórios, local adequado para o procedimento, muitas pessoas ainda apostam em métodos inapropriados, como os kits de clareamento dental, comercializados livremente em lojas e pela internet.

 Apesar de parecerem mais práticos e acessíveis, esses produtos nem sempre oferecem a garantia necessária.

 O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) alerta que o clareamento sem orientação de um cirurgião-dentista pode gerar danos, como inflamação na gengiva e hipersensibilidade dos dentes. Além desses problemas, a estética também pode sofrer influência.

 “O clareamento não é indicado para todas as pessoas. Para aquelas que têm problemas gengivais, como sangramento ou algum tipo de inflamação mais simples, o produto do clareamento pode exacerbar essa condição. Além desses casos, pessoas que possuem próteses ou dentes com restaurações não devem esperar dentes clareados, já que o produto não tem efeito sobre eles”, explica o conselheiro do CROSP, Caio Perrella.