Por Simone Badari – Fonoaudióloga Villa Vita


O Aleitamento materno, além dos benefícios nutricionais, imunológicos, emocionais e ecônomicos-socias também tem efeitos positivos na saúde fonoaudiológica, pois está diretamente relacionado ao CRESCIMENTO e DESENVOLVIMENTO DOS ÓRGÃOS FONOARTICULATÓRIOS (LÁBIOS, LÍNGUA, BOCHECHAS) quanto à mobilidade, força, postura e desenvolvimento das funções de RESPIRAÇÃO, DEGLUTIÇÃO, MASTIGAÇÃO e ARTICULAÇÃO DOS SONS DA FALA, reduzindo várias patologias fonoaudiológicas.



Para que tudo isso aconteça, o Bebê deve sugar de forma harmoniosa, com ritmo, força e sustentação. Isto siginifica que:

* reflexo de busca e sucção,

*vedamento labial,

*movimentação de lingua e mandíbula,

*coordenação sucção -deglutição -respiração e 

*ritmo de sucção

devam estar adequados 

Algumas orientações:




1- Segure o bebê próximo a mama e de frente para ela

2- O bebê deve fazer uma pegada adequada da aréola e do mamilo para retirar o leite eficiente.
 O mamilo, a aréola e o tecido mamário formam um bico na boca do bebê.

3- A língua do bebê assume a forma de cálice nas laterias.
 Desencadeia-se assim, a sucção e inicia-se os movimentos de língua e mandíbula.

4- A Mamada obedece um ciclo de sucção -deglutição -respiração.

Caso contrário podem surgir problemas como:

* Bico do peito machucado ou rachado

* Recusa em alimentar-se

* Quantidade insuficiente de leite