Resiliência tem sido um tema bastante presente em discussões e conversas ultimamente. 
Mas o que significa ser resiliente?


É ter a capacidade de lidar com problemas, superar obstáculos, aprender e crescer emocionalmente com as dificuldades, transformando experiências negativas em aprendizado e oportunidade de mudança. 


A pessoa que é resiliente não se deixa derrubar. Sendo assim, até o sofrimento tem sentido.
Ninguém é resiliente sozinho: a interação com outras pessoas é fundamental na superação de situações difíceis. O apoio e o amor são importantes. O relacionamento com a família, principalmente na infância, é muito importante para o desenvolvimento da capacidade de superar essas crises.

É possível aprender a ser resiliente e a aumentar seu grau de resiliência em qualquer fase da vida. Isso pode ser feito em terapia, trabalhando-se com o otimismo, os objetivos de vida, a auto-estima, acreditando que você consegue resolver seus problemas….

Ser resiliente é olhar as alternativas do problema, aceitar o desafio e não olhar só a dificuldade. É testar seus limites também e enfrentar as novas exigências.
A questão é o seu comportamento em relação ao problema, é o que você faz com as coisas que lhe acontecem.

Portanto, podemos desenvolver nossa resiliência, visto que problemas sempre teremos e o importante é como lidar com eles.
Não adianta ficarmos olhando para trás. Temos que lidar com o “aqui e agora”, pois cada dia é uma nova chance de cultivar a felicidade, de conquistar a alegria de viver, e o mais importante, é focar no que está dando certo na sua vida.


A ajuda de um profissional, um psicólogo que trabalhe com o seu bem-estar, pode ser de grande ajuda neste processo.



Afinal, a vida passa tão depressa que temos que fazer de tudo para sermos felizes!


Dra. Lêda Zoéga Parolo
Psicóloga Clínica
Clínica Villa Vita
Rua: Sales Júnior, 642 – Alto da Lapa.
(11) 3832-1062 / 3832-1063.