Também conhecida como alergia tardia, hipersensibilidade alimentar ou alergia tipo III), a intolerância alimentar consiste em reações não tóxicas, as quais podem ser causadas por alimentos (proteínas) reconhecidos como estranhos pelo organismo levando a reações mediadas principalmente por IgG.


Mais de 80 % das reações imunológicas tem sua origem no intestino que garantem uma barreira quase intransponível contra bactérias, vírus e outros agentes patogênicos.
Esses alimentos ou  substâncias e/ou fragmentos de proteínas (macromoleculas), inflamam a mucosa intestinal, aumentam a permeabilidade,  caem na circulação e são reconhecidos pelo sistema imunológico como elementos estranhos e agressores. São combatidos pelo sistema imunológico, formando imunocomplexos (Ag-Ac) , que se não forem neutralizados ou fagocitados,  serão depositados em orgão ou tecidos levando a processos inflamatorios e revelando  sinais e sintomas. 



A literatura médica mundial, para o assunto, descreve mais de 150 sinais e sintomas associados à incompatibilidade, hipersensibilidade ou intolerância alimentar. Com este processo instalado dizemos que o paciente é intolerante ao determinado alimento. Excluindo o alimento da dieta por certo tempo ( minimo 90 dias), tratando a mucosa intestinal e recompondo a microflora intestinal o alimento poderá ser reintroduzido à rotina do indivíduo observando sempre a frequência e quantidade.


Clínica Villa Vita
(11) 3832-1062/1063