Já tem um tempo que ouvimos com frequência sobre os efeitos do colesterol ruim alto para a saúde. Aliás, o assunto é tão sério que o Colesterol ganhou até data no calendário: dia 8 de agosto doi designado como o Dia Nacional de Combate ao Colesterol. Mas você sabia que com um pouco de disciplina é possível mudar a história de quem convive com esse problema?  Vamos saber um pouco mais?
A verdade é que baixar ou corrigir os níveis do colesterol LDL oxidado requer alguns cuidados aliados. As ações isoladas não surtem o efeito que devem surtir e podem agravar o cenário. Portanto, atenção, pessoal:

colesterol ruim

01. Praticar exercícios – é fundamental inserir a prática de exercícios na rotina, sabendo que a atividade física contínua eleva o colesterol bom após algo entre 12 e 14 semanas de prática regular. Também é fundamental saber que parar os exercícios, significa perder qualquer totalmente o benefício conquistado.

02. Alimente-se bem –  alguns alimentos são super aliados do processo de baixar o colesterol ruim. Alguns deles são: salmão, quiabo, soja e derivados, chia e linhaça, tomate, berinjela, frutas cítricas e frutas vermelhas, quinua, uva, feijão, abacate e grãos integrais. Aposte também em fibras e cereais e não tire a casca das frutas!
Evite alimentos que contenham gordura saturada, hidrogenada e trans.

03. Consuma chá preto
E sabe o motivo? É que a cafeína presente no chá preto tem poder no combate às placas de gordura presentes em nosso organismo. Portanto, insira esse chá na sua rotina de forma a ingerir 3 xícaras todos os dias.
Fica a seguinte ressalva: gestantes e pessoas com problemas ou restrições médica à cafeína, não devem ingerir chá preto.

04. Suco de berinjela 
É um santo aliado para ajudar a baixar os níveis de colesterol ruim, porque e um poderoso antioxidante que contribui na eliminação das gorduras e toxinas do corpo.