DTM e DOR Orofacial (ATM)

As DTMs (Disfunções Temporomandibulares) são confundidas com outras dores – como exemplo as enxaquecas e cefaleias tensionais – ou podem estar agindo conjuntamente com as mesmas piorando o quadro de dor do paciente. Por isso é comum o paciente chegar até o especialista em DTM e DOR após de ter passado pelas mais variadas especialidades médicas: neurologistas, ortopedistas, otorrinolaringologistas e etc.

As DTMs (Disfunções Temporomandibulares) são um conjunto de problemas que envolvem a ATM – Articulação Temporormandibular – os músculos da mastigação e estruturas associadas.

Os sintomas mais frequentes são: dificuldade para abrir ou fechar a boca, travamento em boca aberta ou fechada, ruído articular (estalidos por ex.), dores de cabeça mais de duas vezes por semana, ranger ou apertar os dentes a noite, cansaço na face após mastigar ou falar, dificuldade em encaixar os dentes na posição habitual e alguns tipos de zumbido no ouvido.

O tratamento para as DTMs pode utilizar: agulhamento seco/acupuntura, termoterapia, terapia miofuncional orofacial, terapia cognitivo comportamental, aplicação de TENS, placa miorrelaxante ou aparelho ortopédico entre outros recursos.

A etiologia das DTMs é multifatorial podendo ter causas diretas e indiretas tais como: traumas, tensão, artrites, hábitos parafuncionais – como o ranger de dentes – e posturas inadequadas para dormir, trabalhar e estudar .

O correto diagnóstico e conduta terapêutica multidisciplinar das DTMs são importantíssimos, pois dor e o desconforto causado por essas disfunções trazem um prejuízo para a qualidade de vida do indivíduo.