A Dieta Pronokal é uma novidade no mundo das dietas, que vem deixando muita gente interessada. Não é de hoje que emagrecer tem sido o desejo de muitos, nem é novidade que métodos de potencialização do emagrecimento são tendência, seja como produto para o mercado de consumo, seja como algum tipo de filosofia de vida.

Muitos regimes de caráter hiperproteico (ou “dietas proteinadas”) já entraram em moda e depois foram perdendo o lugar para outros, como a dieta Dr. Atkins e Dieta Dukan por exemplo. Atualmente, a bola da vez está com a dieta pronokal. Este método foi criado por uma empresa europeia, e se divide em 3 etapas chamadas de: ativa, reeducação alimentar e manutenção. A dieta pronokal promete perda do peso rápida e também a continuação da nova forma.

MAIS UMA DIETA COM FOCO EM PROTEÍNA?

Não são poucas as dietas que priorizam as proteínas, porque o processo da queima de gordura corporal aumenta quando se reduz o consumo de carboidratos. No entanto, a Pronokal diferencia-se de outras dietas “lowcarb” (baixo consumo de carboidrato) porque é como um método, um programa personalizado sob acompanhamento médico.

O problema das dietas com foco em proteína é que elas podem acabar sobrecarregando o metabolismo, prejudicando o fígado e os rins. Neste método, a ingestão de proteínas é calculada especialmente para cada paciente, com acompanhamento de profissionais médicos e nutricionistas. Ou seja, não é possível fazer a dieta Pronokal por conta própria.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE PRONOKAL E OUTRAS DIETAS?

Por tratar-se de um método personalizado, é mais fácil que se obtenha alterações fisiológicas do paciente como o aumento do metabolismo basal. Isso é desejado por permitir que se queime as calorias de modo mais eficaz e equilibre hormônios como a insulina. Desse modo, o paciente que segue a Dieta Pronokal melhora seus hábitos e também passa a seguir um estilo de vida inteiramente novo e bem mais saudável, orientado por uma equipe multidisciplinar.

CONHEÇA AS 3 ETAPAS DA DIETA PRONOKAL

Ao começar o regime, o paciente se encontra na etapa ativa da Pronokal, quando se introduz na dieta os alimentos proteicos de alto valor biológico, além de suplementação com vitaminas. Nesse período, consumindo peixes, frango, carne, ovos e salada, a pessoa já perde 80% do seu sobrepeso, dado o estado de cetose controlada em que ele entra. Assim inicia-se a lipólise, que é o consumo da própria reserva de gordura como fonte primária de energia ao invés dos carboidratos.

Depois disso, o paciente entra na fase de reeducação alimentar, na qual perde-se os 20% restantes do sobrepeso. Nesta, os alimentos antes retirados vão sendo reintroduzidos com cautela. Por fim, vem a terceira fase, a de manutenção do peso, em que se há um acompanhamento médico periódico que pode durar até dois anos depois de terminado o tratamento. Esse acompanhamento envolve aconselhamento nutricional e orientações de exercícios físicos e acompanhamento psicológico.