Uma perda intensa de cabelos por dia, pode significar que a pessoa sofre de alopécia androgenética (AGA), nome dado à calvície, que pode atingir jovens a partir de 18 anos.
No caso de predisposição genética a maior perda de cabelos acontece entre o final da adolescência e os 30 anos. Iniciando o tratamento nesse período, as chances de um resultado satisfatório e de se evitar a calvície são maiores, pois ainda há tempo de “salvar” alguns folículos pilosos visto que após muito tempo inativos, os folículos não voltam a produzir pêlos, independentemente do medicamento que se utilize. Quando os folículos ainda estão saudáveis, utiliza-se medicamentos que inibem a ação da 5-reductase, enzima que converte a testosterona em DHT, o hormônio responsável pelo afinamento e queda dos cabelos.
Com as aplicações da enzima, em sessões, obtém-se uma ótima repilação, ou seja além de reduzir a queda voltam a crescer fios nas área tratadas.
A intradermoterapia pode ser utilizada isoladamente ou combinada a tratamentos por via oral ou tópica.

Villa Vita – Clínica Médica e Odontológica 
(11) 3832-1062 / 1063 ou (11) 9 4744-5642