Existem várias lesões de pele que são muito comuns e benignas (não cancerosas). Estas condições incluem pintas, sardas, manchas na pele e ceratoses seborreicas. as marcas de pele que ganham mais infâmia são as pintas, dado que, na maioria das vezes, as notícias e pesquisas as associam com os riscos de câncer de pele.

Sabendo que nem toda pinta é cancerosa, como então você pode saber que é o momento de passar a se preocupar com as manchas que aparecem em sua pele? Vamos então saber mais informações sobre as pintas e como identificar aquelas que são perigosas.

O que são as pintas?

Pintas são crescimentos na pele que são geralmente marrons ou pretas. Elas podem aparecer em qualquer parte da pele isoladas ou em grupos. A maioria das pintas aparecem na infância e durante os primeiros 30 anos da vida de uma pessoa. É normal ter entre 10-40 pintas na idade adulta.

À medida que os anos passam, as pintas mudam lentamente, tornando-se protuberantes e/ou mudando de cor. Muitas vezes, pelos se desenvolvem na pinta. Algumas delas podem não mudar em nada, enquanto outras podem desaparecer lentamente ao longo do tempo.

O que causa uma pinta?

Pintas ocorrem quando as células da pele crescem em um bloco em vez de ser espalhadas por toda a pele. Essas células são chamadas de melanócitos, e eles fazem o pigmento que dá à pele a sua cor natural. As pintas podem escurecer após a exposição ao sol, durante a adolescência, e durante a gravidez.

 

Quais são os lugares mais comuns para aparecerem pintas perigosas?

O local mais comum de melanoma em homens é a parte traseira/costas; nas mulheres, é a parte inferior da perna. Mesmo sabendo estes lugares mais comuns, mantenha estas dicas em mente quando fazendo a triagem suas pintas para o câncer de pele:

Use um espelho de corpo inteiro, se você tiver um. Comece na sua cabeça e vá investigando para baixo, olhando para todas as áreas do seu corpo (incluindo o frente, costas e os lados de cada área, e as unhas das mãos e pés). Também não se esqueça de verificar as áreas “ocultas” entre os dedos das mãos e pés, a virilha, as solas dos seus pés e as costas de seus joelhos. Não se esqueça de verificar cuidadosamente o couro cabeludo e pescoço para pintas. Use um espelho de mão ou peça a um membro da família para ajudá-lo a olhar para estas áreas.

Mantenha o controle de todas as pintas em seu corpo e como elas se parecem. Tire uma foto e date-a para ajudar a monitora-las. Dessa forma, você vai notar se as pinta mudarem. Se elas mudam de alguma forma (na cor, forma, tamanho, borda, etc) ou têm outras características ABCDE, consulte o seu médico. Além disso, se você tiver quaisquer novos sinais que você acha suspeitos, consulte o seu médico.

Acima de tudo: faça um check-up com seu médico anualmente para estes problemas com pintas, principalmente se você já tiver histórico de câncer na família.