Avalie este post
Um bom café da manhã pode ajudar pessoas com diabetes tipo 2 a perderem peso e controlar melhor o diabetes.  Esse assunto foi tema do ENDO, um dos maiores congressos de endocrinologia do mundo.

Pacientes com DM2 fizeram uma dieta de 1600kcal. Um grupo comeu um grande café da manhã com 800kcal , um almoço médio de 550kcal  e um jantar bem leve de 250kcal. Outro grupo comeu um café de 350kcal, almoço e jantar de 400kcal e lanches entre as refeições de até 160kcal.

O que o diabético pode comer no café da manhã? 

A SBD alertou que uma alimentação saudável deve ser regra não somente para aqueles que foram diagnosticados com a diabetes, mas para todas as pessoas, o que ajuda a manter um peso saudável.

Entretanto, sabemos que não é todo mundo que come de maneira saudável e que é o diagnóstico de uma doença, como a diabetes, que pode impulsionar algumas pessoas a melhorar a qualidade de suas refeições.

No caso da diabetes, a alimentação deve ser voltada para o controle dos níveis de glicose no sangue, o que deve acontecer em todas as refeições. Porém, como saber o que o diabético pode comer no café da manhã?

  • Fazer de cinco a seis refeições por dia e jamais pular o café da manhã;
  • Começar os lanches sempre pelas frutas, porém, evitar os sucos e não exagerar na quantidade. Além disso, nenhum tipo de fruta é proibido;
  • Manter o arroz com feijão no almoço e no jantar;
  • Compor metade do prato com vegetais coloridos, especialmente os verde-escuros e amarelos, que podem aparecer na forma de salada crua ou de vegetais cozidos;
  • Evitar molhos gordurosos;
  • Comer pequenas porções de carnes magras e fazer rodízios entre as brancas, vermelhas e o ovo;
  • Experimentar pratos vegetarianos;
  • Evitar o açúcar e os alimentos açucarados;
  • Se for utilizar o adoçante, usar em pequenas quantidades e evitar os adoçantes à base de frutose;
  • Escolher somente os produtos dietéticos que tem certeza que atendem às suas suas necessidades – vale a pena contar com o auxílio do nutricionista para selecioná-los;
  • Evitar frituras e diminuir a ingestão de gorduras animais como carnes gordas, queijos, embutidos, manteiga, margarina, requeijão e creme de leite;
  • Porém, os queijos mais magros como ricota, minas frescal e cottage são exceções da lista acima;
  • Reduzir o sal da dieta;
  • Dar preferência a alimentos menos processados como pão integral, aveia, arroz integral, macarrão integral, entre outros;
  • Evitar bebidas alcoólicas;
  • Beber água várias vezes ao dia;
  • Contar com o acompanhamento de um nutricionista especialista para orientar como deve ser a alimentação ao longo da vida.

Resultado

O grupo com café da manhã farto perdeu mais peso e conseguiu diminuir a dose de insulina.

Além disso, o primeiro grupo relatou ter sentido menos fome durante o dia e houve queda de 1.2 pontos na hemoglobina glicada (de 8,2 para 7,0), contra 0,2 no segundo grupo (de 7,9 para 7,7).

O estudo foi feito com poucos participantes, mas ajuda a orientar a alimentação dos pacientes com diabetes.

 

se interessou pelo assunto? 

Agende uma consulta com a nossa equipe de endocrinologistas através do telefone: 3832-1062\1063