A saúde bucal deve ser considerada parte integrante e inseparável da saúde geral do indivíduo. Infelizmente, o atendimento odontológico ainda é visto como prejudicial ao desenvolvimento do bebê, o que dificulta a visita da gestante ao seu dentista.

O conhecimento científico atual demonstra que qualquer tratamento odontológico pode ser realizado durante a gestação, havendo um consenso na literatura como sendo o segundo trimestre o período de preferência para os tratamentos dentários.

Em relação as radiografias, devem ser evitadas, porém, quando urgente, podem ser realizadas com o uso de colete de chumbo.

Rotina dental de limpeza e controle de placa com higiene oral reforçada pode também ser realizada durante qualquer trimestre, uma vez que gengivite na gravidez é a condição mais comum, onde a gengiva torna-se vascularizada, edemaciada e sensível.